O governo federal está preparando um novo pacote que busca destravar pelo menos R$ 20 bilhões em novos empréstimos para que produtores rurais consigam renegociar suas dívidas e financiar as safras que estão por vir. O Fundo de Aval Fraterno (FAF), criado pela Frente Parlamentar do Agronegócio (FPA), deve ser o primeiro investimento.

De acordo com o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS), a expectativa é de que a medida provisória seja apresentada nos próximos dias, criando novas garantias aos produtores que hoje têm portas fechadas nos bancos diante de sua restrição de crédito. Ele explica também que a intenção é criar uma linha de crédito agrícola do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) que hoje não atrai bancos interessados em operá-la como repassadores.

“O fundo é uma proposta nossa para resolver o endividamento, que é um dos maiores problemas dos agricultores. A inadimplência hoje é tão elevada que o produtor nem consegue mais recorrer a bancos. Esses produtores não têm mais como financiar a produção, muitos fazem operações com terceiros [fornecedores]. Para esses, o fundo solidário será uma saída. Eles fazem isso porque não conseguem mais acessar bancos por restrições de crédito”, completa ele.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu