A inflação brasileira para março foi de 0,75%, após alta de 0,43% em fevereiro, sendo considerado o maior nível para o mês desde o ano de 2015, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Na ocasião, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o índice ficou registrado em 1,32%.

Sendo assim, o IPCA teve alta de 4,58% no acumulado de 12 meses, já que o resultado está dentro do limite da meta do governo, de manter a inflação em 4,25% no ano. Isso porque, para o cálculo desse dado, é levado em consideração uma tolerância de 1,5 ponto para cima ou para baixo, ou seja, pode variar entre 2,75% e 5,75%.

O IBGE informou também que resultado de março foi fortemente influenciado pelos aumentos nos preços de alimentação e bebidas (1,37%) e transportes (1,44%). Esses dois grupos responderam por 80% do índice do mês. Entre os alimentos, o destaque ficou por conta do tomate (+31,84%), batata-inglesa (+21,11%), feijão-carioca (+12,93%) e frutas (+4,26%).

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu