Uma avaliação feita com 87 bilhões de medições em 8 milhões de smartphones de 69 países mostrou que a internet móvel brasileira é melhor para consumir streaming de vídeo do que a de outros países, como os Estados Unidos, por exemplo. De acordo com o relatório da OpenSignal, desenvolvedora do estudo, não é só a velocidade que importa nesse caso, mas também a estabilidade.

“Uma conexão super-rápida não é necessária para fazer streaming de vídeo, mas é preciso que haja um fluxo consistente para evitar travamentos. Assim, uma rede que entrega 50 Mbps e, um segundo depois, cai para 2 Mbps provavelmente vai oferecer uma experiência geral pior do que a rede que consegue manter 20 Mbps”, diz o texto.

No entanto, nem Brasil e nem Estados Unidos ficaram entre os primeiros colocados do ranking, que é liderado pela República Tcheca. De acordo com a nova métrica, a Coreia do Sul é o país que tem a conexão mais rápida do mundo, mas fica apenas em 16º lugar entre os que combinam bem velocidade e estabilidade.

O principal motivo que faz os norte-americanos fiquem atrás dos brasileiros nessa questão é o fato de as operadoras limitarem intencionalmente a velocidade das suas conexões móveis, para evitar que os consumidores congestionem a rede.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu