O medo do desemprego foi maior no mês de junho de 2019 do que o registrado em seu antecessor abril, mas é menor quando comparado com o mesmo período do ano passado, segundo informações divulgadas por uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Nesse cenário, os dados apontam que o índice cresceu cerca de 2,3 pontos em relação ao mês anterior, totalizando 59,3 pontos.

Quando comparado esse total com o mesmo período de 2018, a situação está melhor, sendo que em junho de 2018 o índice chegou a 67,9 pontos, o mesmo nível de 1996, quando começou a série histórica. Série histórica esta, que traz uma média de 49,9 pontos, quase 10 pontos abaixo do último índice registrado pela CNI.

Segundo o gerente-executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco, para reverter essa situação, é preciso que o Brasil volte a criar empregos. “Com a economia crescendo e as empresas empregando mais, a população encontrará emprego mais facilmente e a confiança aumentará”, afirmou.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu