Após o ministro Edson Fachin incluir o pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas pautas do Supremo Tribunal Federal (STF), o mercado ficou alarmado com a possibilidade de soltura do petista e os efeitos disso para a economia brasileira. A preocupação foi ainda mais acentuada pela absolvição de Gleise Hoffmann nessa semana. 

Depois do julgamento da senadora e presidente nacional do PT, dirigentes de várias instituições financeiras de dentro e de fora do País acionaram contatos para especular sobre a real chance de Lula sair da cadeia. Vale lembrar que a maioria dos ministros já afirmou que é contra as prisões em segunda instância, mas isso não foi um impedimento para que a Corte condenasse o ex-presidente no fim de maio. 

Já para o PT se mantém confiante com as chances de Lula ser liberto e ainda concorrer às eleições presidenciais, tanto que Gleise Hoffmann já afirmou que o partido não vai apoiar ninguém no primeiro turno até que se esgotem as possibilidades do petista participar do pleito. Em seu primeiro pronunciamento após absolvição no STF, a senadora afirmou que acredita que a decisão em seu caso pode ter reflexos nos processos de Lula após sucessivas derrotas na justiça. 

“Acho que isso [sua absolvição] pode ter efeitos positivos para o presidente Lula. Acho que para o PT foi importante. A gente estava perdendo muito no Judiciário. Essa absolvição foi muito importante para nós”, comentou ela. 

Vale lembrar que o recurso por liberdade será julgado pelo STF na próxima terça-feira (26.06). 

(Equipe do site)

Este post tem um comentário

  1. Diego, analisando diversos juristas que comentam sobre as sentenças do STF e as condenações que Lula sofreu, tanto na 1° instância, quanto na 2° e mais a derrota por unanimidade no STJ (3° instância), acredito que o STF não soltará Lula. Porque senão, o STF terá que passar por cima da brilhante sentença do Juiz Moro, de toda turma do TRF-4 e do STJ, ou seja, o STF terá que contrariar todas as outras instâncias para liberar o quadrilheiro Lula. Não creio nisso. Apesar que estamos falando de uma corte totalmente acovardada…

Deixe uma resposta

Fechar Menu