O mundo digital chegou no setor de saúde através da certificação e irá garantir a autenticidade e a validade de documentos por meio eletrônico. De acordo com Alexandre Corigliano, CEO da Nexyon, desenvolvedora de soluções para formalização de negócios sem papel, com a integração do certificado a um sistema de prontuário eletrônico, o médico pode realizar, por exemplo, a autorização de um procedimento a partir de sua assinatura digital.

“Se por um lado a certificação digital permite a assinatura eletrônica de documentos pelos médicos, garantindo a integridade de informações e o compartilhamento de laudos, prescrições, exames e atestados para todos os envolvidos, do outro lado da ponta há o atendimento aos pacientes na chegada à recepção dos hospitais, que também envolve um processo de requisição de assinaturas para o preenchimento da documentação tanto para a instituição, quanto para os convênios médicos”, escreveu ele no portal especializado itforum365.com.br.

Nesse cenário, ele comenta que a jornada do cliente que acontece no papel pode se tornar digital. “Aquela coleta de assinaturas de pacientes no momento de registro e que requer a impressão de formulários e, posteriormente, a digitalização das informações para adicionar ao prontuário eletrônico e ao arquivo, processo que traduz em falta de agilidade e altos custos financeiros devido ao uso e gestão do ciclo de vida do papel, se transferido para um tablete, que pode capturar a assinatura biométrica manuscrita, trará uma nova experiência de atendimento, alinhada às demandas do novo consumidor, além de gerar ganhos de produtividade e segurança”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu