Atualmente, o ‘Invisible payment’ ou ‘pagamento invisível’ é uma realidade, segundo informou Aline Deparis, que é presidente da Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação do Rio Grande do Sul (Assespro-RS). As afirmações foram publicadas em um artigo do portal especializado itforum365.com.br.

“Ao usar um Uber com cartão de crédito, por exemplo, você consome o serviço e um terceiro faz o pagamento ao motorista. Não foram poucas as vezes que precisei usar um táxi e ao chegar no destino simplesmente desejei um ‘bom trabalho’ e desci, esquecendo que precisava pagar o taxista diretamente”, escreveu ela.

Segundo ela, a tendência para o futuro é um sistema de pagamentos em que o cliente não precisa de nenhuma ação para fazer nenhum pagamento, sem dinheiro, sem cartões, nem cheques. “Uma das iniciativas por exemplo é o Amazon Go. Este lançamento da Amazon em teste nos EUA permite que você entre na loja, pegue qualquer item e saia, sem nenhum tipo de check-out físico. Na prática você precisa baixar o aplicativo e usar o QRCode na entrada da loja. Usando câmeras e sensores, além de técnicas de inteligência artificial (IA), o sistema detecta qual ou quais itens você pegou e faz o débito automaticamente do seu cartão de crédito registrado no app”, indicou.

“Quando me perguntam sobre o futuro, respondo com convicção: isso é só o começo. Para o cidadão o futuro dos pagamentos digitais é ser transparente, seguro e com o menor esforço humano possível, contanto com o aprendizado em máquina de uma IA avançada que ajude tanto vendedor quanto consumidor a cumprirem seus objetivos”, concluiu.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu