A Petrobras anunciou que irá elevar o preço do diesel em 2,5% nesta terça (01.01), quando termina o programa de subvenção que foi criado para amenizar os efeitos provocados pela paralisação dos caminhoneiros. De acordo com a estatal, o preço médio do combustível em suas refinarias passará a R$ 1,8545 por litro, alta de R$ 0,0457 por litro com relação ao vigente.

No entanto, a empresa afirmou através de uma nota que esses valores são 11,75% inferiores ao praticado no dia 31 de maio, o último antes da intervenção federal nos preços. “Com o ajuste anunciado hoje, há uma queda de 2,1% em 12 meses no preço médio do diesel comercializado pela Petrobras”, disse a estatal.

Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) definiu os preços as quais as empresas que se submetessem a venda ganhariam uma subvenção de R$ 0,30 por litro. O governo Temer separou R$ 9,5 bilhões para bancar o subsídio, mas, com a queda das cotações do petróleo e o recuo do câmbio após a eleição, a necessidade de recursos será menor.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu