Um ranking produzido pelo jornal Estadão aponta que os pré-candidatos a cargos legislativos que são ligados ao Movimento Brasil Livre (MBL), lideram as vaquinhas online para arrecadação de recursos para a campanha. O levantamento só levou em conta sites para financiamento coletivo que são autorizados pelo Tribunal Superior Eleitoral e que trabalham com o sistema doações abertas.  

O Pré-candidato que mais arrecadou recursos para a campanha até o momento foi Marcel van Hattem , do Novo, com mais de R$ 38 mil em doações. Ele, que já foi deputado estadual na Assembleia do Rio Grande do Sul e pretende concorrer à Câmara dos Deputados, acredita que o relacionamento de proximidade que mantém com os eleitores é fundamental para sua expressiva arrecadação. “Acredito que todas as campanhas deveriam ser feitas com dinheiro limpo e arrecadado pelos próprios candidatos. Essa verba pública, do Fundo Partidário e Eleitoral, é um dinheiro que poderia ser investido em saúde, educação e segurança”, comenta. 

Em segundo na lista está o pré-candidato a deputado estadual por São Paulo, Paulo Mathias (PSDB), que assim como Van Hattem também é ligado ao MBL. Mathias afirma que não usará recursos do Fundo Partidário e Eleitoral em sua campanha e que pretende arrecadar R$ 200 mil com a vaquinha. “Não há nada mais forte para o candidato do que receber doação das pessoas. É um gesto que mostra que elas acreditam e investem no candidato. No momento que vivemos, isso é uma confirmação muito clara do apoio”, pontua. 

Para o cientista político da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Humberto Dantas, o sucesso dos políticos relacionados com o MBL se deve à capacidade de organização do movimento. “O MBL, gostem as pessoas ou não, é um movimento que tem forte contato com os eleitores. Eles estão mostrando uma capacidade de organização muito interessante”, discorre. 

O levantamento analisou a situação das vaquinhas até o dia 06 de junho e os partidos podem obter os recursos até o início da campanha, dia 15 de agosto. 

(Equipe do Site)

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu