A reforma da Previdência que está sendo elaborada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e supervisionada de perto pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, prevê uma idade mínima para aposentadoria de 57 anos para as mulheres e 62 para os homens. As informações foram divulgadas pelo portal Estadão e indicam também que a ideia é utilizar essas idades como referência no último ano do mandato, em 2022, como parte da transição dos sistemas.

De acordo com as informações, a regra de transição estipularia que a idade mínima para a aposentadoria subirá um ano a cada dois a partir do ano que vem, partindo de 55 e 60, como é atualmente. Um integrante da equipe econômica disse ao Estadão que “o presidente teve uma sensibilidade política e faz sentido para ele manter essa posição”.

Segundo o ministro, a reforma da Previdência a ser apresentada pelo governo Jair Bolsonaro ao Congresso pretende economizar R$ 1 trilhão em 10 anos e deve ser aprovada “dentro de cinco meses”. Desta forma, ela já está em fase avançada de elaboração e pode se desenvolver mais rapidamente agora que o presidente recebeu alta do hospital, onde realizou uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu