A projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) foi novamente reduzida pelo Boletim Focus, do Banco Central (BC), de 1,97% para 1,95%. De acordo com o Boletim do BC, esse foi o sétimo recuo consecutivo da soma da expectativa de todos os bens e serviços produzidos no país para o ano de 2019.

Além disso, a projeção do crescimento do PIB para o ano de 2020 recuou de 2,70% para 2,58% na quarta redução consecutiva. No entanto, as estimativas das instituições financeiras de crescimento do PIB para 2021 e 2022 permanecem em 2,50%.

Em relação à inflação, que é calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a projeção foi de aumento de 3,90% para 4,06% este ano. Já em relação ao ano que vem, a previsão para o IPCA segue em 4% e, para 2021 e 2022, também não houve alteração, continuando em 3,75%.

Para finalizar, a estimativa do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,70 no fim de 2019 e subiu de R$ 3,75 para R$ 3,78 no fim de 2020.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu