O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) produziu um vídeo com o intuito de ensinar os empreendedores a realizarem o cálculo correto sobre o investimento inicial que necessitam para abrir o seu negócio. De acordo com o Sebrae, o ponto principal é analisar o quanto o empreendedor consegue investir sem que suas economias sejam comprometidas.

“Antes de abrir um negócio precisamos calcular o investimento inicial. Um bom planejamento é indispensável para o empreendedor que deseja estabelecer e conquistar novos clientes. Nessa fase inicial do negócio o mais importante é não contar com a sorte”, diz o vídeo.

Os primeiros passos para começar a calcular o investimento é pesquisar todas as formas possíveis de abrir o negócio e estudar quais delas se encaixam com a respectiva condição financeira do empreendedor. Além disso, o Sebrae diz que é importante elaborar um plano de negócios consistente sendo o mais realista possível sobre a possibilidade de sucesso ou fracasso.

“Você vai precisar colocar na ponta do lápis o valor exato que pode investir e quanto ainda terá de garantia para gastar no futuro. O investimento inicial reúne os gastos de montagem da empresa, como instalações, equipamentos, veículos e tudo o que é preciso para a empresa funcionar”, explica.

Além disso, é preciso estipular um tempo de recuperação do valor inicial, porque é só a partir daí que a empresa começará a gerar lucro. Enquanto isso, é necessário saber o quanto será gasto até que esse valor seja pago e o dinheiro que entra seja considerado lucro. “Uma dica é verificar quanto vale sua empresa no plano de negócio e ter em reserva pelo menos 20% desse valor”, completa.

Para saber mais e assistir o vídeo na íntegra, basta clicar aqui.

Deixe uma resposta

Fechar Menu