Estimativas divulgadas pela Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) indicam que o mercado de Tecnologia de Informação (TI) cresceu 4,5% em 2017. O estudo é realizado anualmente em parceria com a Brasil International Data Corporation Pesquisa de Mercado e Consultoria (IDT) e apontou que os ganhos totais da área somaram US$ 38 bilhões.

O Brasil foi responsável por 39,1% do total de investimentos em TI na América Latina, somando US$ 97,3 bilhões e sendo seguido por México (US$ 20,6 bi), Argentina (US$ 8,4 bi) e Colômbia (US$ 7 bi). Já no ranking global o país é o nono colocado, ficando atrás apenas dos Estados Unidos (US$ 751 bilhões), China (US$ 244 bilhões), Japão (US$ 139 bilhões), Reino Unido, Alemanha, França, Canadá e Índia.

Para a Abes, os bons números indicam a retomada do crescimento e do espaço perdido pelo Brasil nos últimos anos. Além disso, os resultados significam também um grau maior de maturidade nos investimentos em tecnologia, através da ampliação da participação em software e serviços.

Os investimentos totais no TIC, que engloba as áreas de TI e telecomunicações, garantiram o sexto lugar ao Brasil no ranking geral, somando mundialmente US$ 3,55 trilhões em 2017, sendo que US$ 105 bilhões pertencem somente ao país. Já para 2018, as expectativas da Abes são de maior recuperação econômica, com mundialmente US$ 3,55 trilhões em 2017, sendo US$ 105 bilhões somente no Brasil.

Deixe uma resposta

Fechar Menu