Uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) indicou que a quantidade de transações bancárias realizadas através de dispositivos móveis ultrapassou as feitas em computador. Segundo o estudo, mais de 50% dos 2.500 entrevistados afirmaram que fazem transações mobiles, sendo esta a primeira vez que esses números se  sobressaem no Brasil. 

De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), as operações bancárias realizadas através da internet banking e mobile banking representaram 57% do total de todas transações feitas no País. Segundo Marcio Kogut, consultor de tecnologia para o mercado financeiro, o crescimento das operações bancárias via internet está fazendo com que as instituições financeiras também se adaptem a esse cenário. “Vemos que os bancos estão preocupados pela revolução que as fintechs estão causando e percebemos o Banco Central apoiando a inovação e tecnologia aprovando ações que desburocratizam processos”, destacou. 

Os investimentos das empresas em tecnologia cresceram 7% em apenas em um ano. Para Kogut, essa é a prova de que a tecnologia está sendo traduzida em facilidade, tanto para os usuários, quanto para bancos e o comércio.  “Isso pode ser observado na liberação de cheques em um dia útil, possível redução de prazo de transações em DOC e TED e até a liberação de contas salários em bancos digitais para dar mais liberdade ao cliente e evoluir nesse mercado que está sendo pressionado por muitas inovações tecnológicas”, conclui. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu