Um levantamento realizado pela Bloomberg indicou que os varejistas estão apostando em inteligência artificial (IA), mesmo com os consumidores ainda estando desconfiados com esse tipo de tecnologia. Segundo o relatório, os empresários apostam na IA para obter uma vantagem competitiva.

De acordo com os dados, mais de 60% dos lojistas e empresas de bens de consumo do Reino Unido apostam na inteligência artificial para potencializar as vendas e o marketing. De acordo com Richard Lim, CEO da Retail Economics, existe “um ponto de inflexão para os consumidores entre o valor – serem apresentados a bens e serviços que são relevantes para eles – e a quase violação da privacidade. Essa é uma linha realmente tênue com a qual os varejistas precisam lidar”.

Nesse cenário, aquelas empresas que ainda não começaram a utilizar esse método estão o colocando nos planos. “Ainda faltam alguns anos para que os CEOs sejam substituídos pela inteligência artificial, mas não é exagero dizer que os executivos que não adotarem a inteligência artificial de maneira eficaz poderão ser substituídos por colegas com uma visão mais avançada”, diz Matthew Bennett, sócio em tecnologia e mídia da CMS.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu